Levo pra onde for o que coleto pela vida e pelo mundo. Compartilho das minhas riquezas, das minhas vivências, das minhas histórias. Derrotas e vitórias. Trago o calor do meu interior às praias e levo os ventos do mar ao interior.
Um pouco de fartura e, mesmo assim, as incertezas de voltar com os nossos frutos. Nesse contraste entre o sol e o mar, a riqueza e a miséria. Mesmo pequenos para o mundo, somos imensos para o nosso universo interior.
Uma diversidade de cenários e pessoas em traços, às vezes, imprecisos, em outros certeiros, mas orgânicos de contornos fortes como nosso povo e nossa terra.

Projetos similares

Back to Top